3 de set de 2010

TSE esvazia golpe do PSDB

José Serra e a expressão de "acabou a bala na agulha."
O candidato do PSDB, José Serra e sua coligação "O Brasil Pode Mais" entrou com pedido no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pedindo a cassação da candidatura de Dilma Rousseff, do Partido dos Trabalhadores (PT). 

O motivo da solicitação é a quebra de sigilo de sua filha Verônica Serra, que se encontra em investigação pela Receita e também pela Polícia Federal. 

Sob o prisma político, a tentativa de golpe do candidato tucano esvaziou-se em menos de 24 horas.

O sr. Aldir Passarinho Junior, corregedor eleitoral do TSE, arquivou  ontem, dia 02, o pedido, pois julgou insuficiente as provas encaminhadas pelo PSDB. 

Além disso, ele julgou que as provas trazidas pela coligação não trouxeram danos ao equilíbrio da disputa eleitoral.

Segundo o ministro Passarinho, o caso tem que ser tratado na esfera penal comum, por vias próprias. Em sua decisão, as medidas estão sendo tomadas, tendo participação inclusive do Ministério Público Federal. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário